sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Blogue da Semana: "Reposição dos Benefícios Fiscais"

Chega-se lá clicando: mtpd.blogspot.com. O nome do blog parece pouco inspirado: “Reposição dos Benefícios Fiscais”.
Mas há uma causa por detrás, e há objectivamente uma luta: este é o
Blog do Movimento de Trabalhadores Portadores de Deficiência em Defesa dos Benefícios fiscais.
Escolho-o Blog da Semana porque ele é um exemplo de como a blogoesfera constitui também uma forma de luta e de protesto, um local de acolhimento para causas.
A história deste blog é simples e está lá contada: o Governo já cortou a perto de 40 mil pessoas uma parte dos benefícios fiscais em sede de IRS de que usufruíam porque são portadoras de um grau de deficiência igual ou superior a 60%. Esse benefício, que existe desde 1988, não é obviamente um privilégio, mas um serviço social mínimo do Estado.
Segundo o Manifesto deste movimento, “o Governo invocou que a poupança motivada por este corte seria usada em benefício de outras 135 000 pessoas com deficiência carenciadas”. Como se aqueles que usufruem deste beneficio fossem responsáveis pela miséria alheia que o Estado não contempla.
Vai dai, para lutarem pela reposição dos valores cortados, o Movimento criou um blog, fez um manifesto e começou a espalhar a noticia.
Em poucos dias, a blogoesfera reproduziu, difundiu, ampliou, amplificou, a luta destes 40 mil portadores de deficiência e o tema entrou na agenda dos media.
Agora, o Movimento ameaça agendar uma manifestação no mês de Novembro, caso o Governo não recue nas alterações intro­duzidas este ano aos benefícios fiscais, e vai avançar com um conjunto de pedidos de audiência ao Presidente da República, Executivo e grupos parlamentares.
Há um símbolo que corre pela Internet e que usa a bandeira nacional e o símbolo dos cidadãos portadores de deficiência, há noticias e manifestações de solidariedade um pouco por toda a blogoesfera, há dezenas de referências já monitorizadas desde que o blog arrancou, há meia dúzia de dias.
Independentemente do que se possa pensar, de estar de acordo ou não – e aparentemente é difícil não estar de acordo, quando se trata de cidadãos cuja capacidade está diminuída sem que eles sejam objectivamente responsáveis por isso – dizia, independentemente das nossas opiniões, a blogoesfera também permite criar e alimentar movimentos, causas, lutas, protestos, manifestos. Escolhi este, pela actualidade e pelo exemplo. Na verdade, um exemplo de que este universo global de comunicação tem espaço para tudo. E para todos.

2 comentários:

JFS disse...

Obrigado pela referência ao nosso blogue.
É, como sabe, difícil ultrapassar as barreiras mediáticas.

Jorge Falcato Simões

HALM disse...

Obrigado. É tão dificil os média estarem sensiveis para estes problemas. Mostra sensibilidade